sobre a campanha

 O que é? 

Idealizada pela Abiquim, a campanha “Desburocratize a Química” surgiu após estudos realizados nos últimos anos pelas entidades ligadas à associação, apontando para o efeito negativo do excesso de burocracias na cadeia produtiva química. Foi possível concluir com a pesquisa que os entraves burocráticos têm gerado um custo superior a R$ 1 bilhão por ano, que poderiam ser investidos no desenvolvimento da indústria.

A apresentação oficial do projeto foi realizada em abril de 2019, durante o relançamento da Frente Parlamentar da Química em Brasília.

 Idealizador:  

O principal objetivo da campanha é buscar e apresentar soluções práticas para sanar os problemas causados por esses entraves burocráticos. Para isso, a Abiquim e associados irão:

 

  • Mapear entraves enfrentados pelas empresas por excesso de burocracia e propor soluções;

  • Quantificar os custos das burocracias identificadas;

  • Avaliar o impacto para a indústria química brasileira; comparar com outros países com indústria química forte;

  • Desenvolver e planejar estratégias de advocacy e comunicação.

 Resultados: 

Ao todo, foram identificadas 64 questões burocráticas que afetam diretamente a competitividade da indústria química nacional e que precisam ser reavaliadas com urgência.  

Do total, foram destacadas 21 que podem ser facilmente resolvidas, tornando os processos mais eficientes, reduzindo custos e aumentando a produtividade, de maneira a aumentar a competitividade nacional e internacional do setor.  

 

  • 11 de meio ambiente;

  • 1 em Comércio Exterior;

  • 2 de assuntos jurídicos e tributários.

  • 1 de segurança;

  • 2 de relações trabalhistas, segurança, saúde e higiene do trabalhador;

  • 3 de logística.